31 de março de 2010

DE JOSÉ MENDES DA SILVA

Companheiro
Tudo de bom para ti.
És aquela máquina, nunca te esqueces destas épocas.
Um abraço

MS

Sem comentários: